Quem sabe?

12 de set de 2015

Untitled | via Tumblr

Quem sabe as palavras  
ou quem sabe a chuva. 
Quem sabe o vento no meu cabelo. 
Quem sabe o tempo. 
Quem sabe o Sol. 
Quem sabe você.
Quem sabe nós? 

Não seja apenas mais um

22 de ago de 2015

Pra começar, não. Eu não abandonei o blog. É que essa semana foi tão corrida pra mim que acabei esquecendo totalmente de postar aqui, mas acabei tendo ideias no decorrer dela, então vou tentar deixar mais de uma postagem pronta pra ir postando alternadamente. Enfim, vocês lembram que eu disse que ia começar a ser uma pessoa mais "fitness" e coisa e tal? Eu finalmente criei vergonha na cara e comecei, haha. E são essas e outras coisas que me inspiraram pro post de hoje. 

Vocês já repararam no tanto de gente que tenta dar pitaco sobre como o nosso corpo deve ser, quanto você deve pesar, como você deve deixar seu cabelo, que tipo de comida você deve comer pra emagrecer? Nas últimas semanas eu realmente ouvi comentários infelizes de algumas pessoas, e cara, realmente não entendo porque elas tem que se importar tanto com o que eu tenho que ser. Com o quanto eu peso, com a roupa que eu visto, com o brinco que eu uso. Literalmente, porque isso aconteceu. Eu sei também que muitas vezes essas pessoas fazem comentários do tipo brincando, mas é aquele tipo de brincadeira que depois de um tempo batendo na mesma tecla fica super babaca e perde a graça, porque você, a pessoa com quem estão brincando, começa a pensar se o que eles estão falando é verdade. E não. Não é. 
Vou ser bem sincera com vocês: eu não me acho gorda. Eu peso 60kg, tenho 1,61cm, e estou muito satisfeita com o tamanho dos meus seios e com o tamanho da minha bunda - e se eu quiser aumentar algum deles, perder um pouco de barriga ou alguns kg, sou eu quem vou decidir. Eu não vou fazer isso pensando no que essas outras pessoas que vivem de se meter na vida dos outros querem ou esperam de mim. 
Eu queria fazer academia e dieta desde o início do ano, mas porque eu achava que ia me sentir melhor se fizesse isso. E é assim que tem que ser, entendem? Contando que você esteja de bem com você mesmo, é isso que importa, seja você magro demais, acima do peso, baixo, alto, loiro ou moreno. Não importa o que os outros pensam ou falam, porque isso diz mais sobre eles do que sobre você. 
Não busque ser alguém que você não é só pra agradar essas pessoas. Seja o que você quiser, pois cada pessoa nesse planeta é um ser único que se diferencia do outro por alguma razão. 
Se você já ouviu algum comentário do tipo, só peço que por favor, mande-a tomar naquele lugar e olhar pra ela mesma antes de querer falar qualquer coisa a respeito de você. Vivemos em um mundo tão cheio de rótulos, mas sabe, não vale a pena fazer parte de um deles. Com certeza o sentido da vida não é ser o mais magro, o mais bonito, o "mais". Mas que tal tentar ser mais... você?